quarta-feira, 22 de outubro de 2014

TAG: Feitiços de Harry Potter



Oi meus amores, tudo bem com vocês?

Já faz um tempinho que não respondo tags aqui no blog. Esta tag eu vi no blog My Book Lit, um blog que eu adoro (Beijinhos pra Jacque). Achei muito legal e resolvi responder aqui. Bora lá!




Expecto patronum: Um livro de infância relacionado a boas lembranças.




Esse livro marcou minha infância, eu ganhei ele de presente e era o único livro que eu tinha. Perdi as contas de quantas vezes eu o li, adorava as ilustrações. Por isso pensar na minha infância, eu lembro desse livro.









Expelliarmus: Um livro que te pegou de surpresa.

Outono de Sonhos 

Quando eu li este livro não sabia bem o que esperar. Foi bem no início do blog, eu estava entrando em contato com autores nacionais e a Adriana logo aceitou a parceria. Essa história me fisgou, eu entrei a madrugada a dentro lendo este livro, eu simplesmente amei. 
Estou muito feliz que mês que vem irei conhecer a Adriana Brazil na feira do livro aqui em Porto Alegre, RS. 








Prior Incantato: O último livro que você leu.

As Batidas Perdidas do Coração



Esse foi o útimo livro que eu li. É uma história de superação e amor. O que eu não curti muito foi a premissa de o amor curar as dores da perda. Achei muita tristeza e desgraça em uma história só. Sei lá, vejo todos gostando desse livro, mas não me conquistou muito.









Alohamora: Um livro que te apresentou a um gênero que você não tinha considerado antes.

Essa série me apresentou um mundo que eu ainda não conhecia, inclusive eu tenho os últimos dois livros aqui para ler.
Para quem não conhece, é um romance e traz como protagonista um anjo e todo seu mundo. Gente, eu amooo essa série.



Riddikulus: Um livro engraçado que você leu

 O Segredo de Emma Corrigan




Se tenho que pensar em livros com humor, logo lembro da Sophie Kinsella. Este livro foi um que me marcou muito e que penso em um dia reler.









Sonorus: Um livro que você acha que todos deveriam conhecer.

O Ano da Leitura Mágica


Esse livro me ganhou pela capa, mas eu não imaginava que iria amar a leitura. Vi poucas resenhas sobre ele, e muito pouco nos blogs. 
Gente, este livro passa uma mensagem linda. Nina a protagonista, perde a irmã, e ela faz uma promessa de ler um livro por dia, e junto com isso ela tem os afazeres da casa. De cada livro ela vai tirando uma mensagem e vai superando a dor.
O que mais me surpreendeu é que a história é real, eu visitei o blog da autora e sigo ela no facebook. É muito interessante, eu com certeza irei reler este livro LEIAM!!






Obliviate: Um livro ou spoiler que você gostaria de não ter lido.

 



Aqui está a minha pura perda de tempo. Me perdoem os fãs da autora. Eu li até o segundo livro e abandonei. Quem me conhece já ouviu eu falar isso várias vezes. Não curti a premissa da autora, foi uma pena.









Imperio: Um livro que você teve que ler para a escola

Dom Casmurro




Esse é um clássico da literatura, e quem não leu? Acho que tudo mundo teve que ler na escola. Eu curti muito a leitura. Foi um livro que me marcou.







Crucio: Um livro que foi doloroso para ler.

O Céu Está em Todo Lugar 


Escolhi este livro, porque foi um dos primeiros que eu li que tinha como pano de fundo a perda. Eu me emocionei muito e foi uma de minhas leituras prediletas. Eu amo este livro, a diagramação dele é perfeita, linda. Vale muito lê-lo.







Avada kedavra: Um livro que pode matar (interpretação livre.)



Essa série nos mata de amor. Gente, é muito AMOR, eu amooo essa série. E já estou mega ansiosa para o próximo livro que só será lançado ano que vem. Julia Quinn me conquistou com sua escrita envolvente e cheia de humor. Para quem gosta de romance de época, essa é uma ótima escolha.



Esero que vocês tenham curtido!!


Vanessa Pereira




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Resenha: Primavera eterna*



Oi amores, como vocês estão?!
Hoje venho com uma leitura de parceria, bora lá!


Primavera eterna
Paula Abreu

Primavera Eterna
Sinopse

Maia é uma jovem publicitária bem-sucedida. Tem um emprego estável, um namoro estável, uma vidinha estável. Até demais. Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas? Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos 12 anos, numa cidadezinha do interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos, e a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela.
Mesmo assim, num impulso, Maia pede férias na agência, inventa uma viagem de trabalho como desculpa para o namorado e vai para Nova York, atrás do seu primeiro amor. Primavera Eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma. 




Esse livro é daqueles que você literalmente lê numa sentada. Eu o li em duas horas e meia. É um livro fino, com os capítulos curtos, páginas amareladas e letra no tamanho bom de ler. Eu amei essa capa, e que tem tudo a ver com a história.

Confesso que achei a história um tanto fraca, esperava mais romance, algo que me prendesse e fizesse suspirar, mas isso não aconteceu. Não to dizendo que a história é ruim, só esperava mais.

Como podemos ver na sinopse, aqui vamos conhecer a história de Maia, ela é publicitária e ainda na sua adolescência apaixonou-se perdidamente pelo Diogo. Infelizmente ele muda-se com sua família para Nova York e nunca mais eles se veem. Maia escreve diversas cartas para o Diogo, mas nunca recebeu retorno.

Agora na vida adulta, depois de ter vários namorados ela resolve ir atrás de seu primeiro amor em Nova York, tudo por que ela percebe que nunca sentiu nada igual ao que sentiu quando estava com o Diogo. O mais estranho é que Diogo parece não sentir o mesmo por ela.

Gentem!! a Maia chega em Nova York, quase desiste do tal encontro, e quando o encontra é tudo tão sem graça, não vi emoção alguma. Mas é lá que ela irá descobrir várias coisas sobre ela mesma....

O livro é em torno da seguinte questão: O primeiro amor que move nossas vidas? Eu acredito que não, e ao mesmo tempo penso que isso depende de cada um, pois cada pessoa viveu seu primeiro amor de um jeito e talvez carregue-o consigo até hoje, então acho que isso depende de cada um, de cada realidade.

O que mais me chamou atenção foi o final do livro (não posso contar, leiam), digamos que fez toda diferença e ao mesmo tempo foi diferente.
Quem sou eu para julgar ou dizer algo, mas o livro poderia ter sido mais desenvolvido. Não curti a protagonista. Tipo, ela se encontra numa fase da vida que parece que o que vai salvá-la é o amor da infância que ela nunca esqueceu. Sendo que o cara nunca entrou em contato com ela. Maia parece frágil, inocente.....
Eu não consegui decifrar o Diogo, na verdade ele não me chamou atenção. Ai, não gostei também... Ele deixou ela no "vácuo"... Vou parar por aqui, o livro já é pequeno, então...

Bom, se você quer saber o desenrolar da história leia!!

Mesmo não tendo gostado muito do livro, fiquei curiosa para conhecer outras obras da autora.

Indico essa leitura para quem quer ler algo rápido e fluído, um romance leve e com uma mensagem no final.





Vanessa Pereira


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

[Vídeo Resenha] Livro: Encontros no Parque



Oi pessoal!!

Como eu havia falado, sempre que eu gostar muito de um livro, irei fazer vídeo resenha. Espero que vocês gostem  da dica de hoje!! 




Encontros no ParqueEncontros no Parque


Sinopse

Em mais de trinta anos de casada, Jeanie sempre foi uma esposa amorosa e mãe dedicada. E agora é avó – com muito orgulho. Ela se considera feliz, apesar de George, o marido, ter passado a dormir em outro quarto há vários anos, sem lhe dar qualquer explicação. Certo dia, enquanto leva a neta para passear no parque, Jeanie conhece Ray, que está ali também na companhia do neto. Ray parece ser tudo o que George não é: compreensivo, bom ouvinte, alguém com quem ela consegue se abrir e ser sexy. De repente, Jeanie se sente atraente de novo e, sem querer, apaixona-se perdidamente. Ela sabe muito bem que sua nova paixão ameaça tudo o que construiu ao longo dos anos, mas sente que vai ser difícil abrir mão dela. Será que Jeanie teria a coragem necessária para mergulhar no turbilhão de um novo romance e de uma paixão avassaladora a essa altura da vida?






Vídeo Resenha



                                       



Espero que tenham curtido*



Vanessa Pereira