quinta-feira, 16 de abril de 2015

Resenha: Outlander, A viajante do tempo


Oi meus amores!!

É com muito orgulho que hoje eu venho com a resenha de Outlander, li em parceria com a Editora Arqueiro e Saída de Emergência!!


Outlander, A viajante do tempo
Diana Gabaldon

Sinopse: Claire, a protagonista de A viajante do tempo é uma mulher de personalidade forte, lutando para se manter num mundo de homens violentos, que busca seu verdadeiro amor enquanto participa de importantes acontecimentos da história. Claire Beauchamp Randall foi separada de seu marido Frank pouco depois da lua-de-mel, quando ele foi convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial. Ao final do conflito, Claire e Frank se reencontram e retomam a vida que tinham em comum numa viagem a Escócia. Mas o reencontro não ocorre da forma esperada. Parece haver entre a esposa e o marido um distanciamento muito maior do que aquele causado pelos anos de guerra. Ao visitar uma antiga e mística formação de rochas, Claire finalmente vai conhecer seu destino.


Aqui vamos conhecer a historia da inglesa Claire, ela tem 27 anos, enfermeira e casada com o Frank Randall. Ela foi enfermeira na Segunda Guerra Mundial, e por isso ficou longe de seu marido por um bom tempo. Agora que a guerra acabou, os dois vão fazer uma segunda  lua de mel para se reaproximarem. Por causa do seu marido, eles escolhem ir para Escócia, para Inverness, nas Terras altas do norte. Um lugar onde já estiveram, e Frank sendo historiador, busca informações dos seus antepassados.

Então, ao mesmo tempo que estão nesta lua de mel, Frank fica buscando informações dos seus antepassados, visitam a lugares, e é num desses passeios que eles irão achar o Círculo de Pedras. Claire resolve voltar sozinha neste local, e é quando ela está lá sozinha e encosta nestas pedras, é transportada para o ano de 1743.

A partir daí que a história realmente começa, pois Claire fica confusa, não sabe onde está, não consegue voltar para casa e encontrar seu marido. Um grupo de homens encontra ela, pensam que ela é uma prostituta, ao mesmo tempo parece que ela está no meio de uma guerra, tudo muito confuso, tanto que ela chega a pensar que está no meio de alguma apresentação de teatro. Acaba sendo levada por este grupo, que são os MacKenzie.

Os homens não sabem o que pensar a respeito dela, chegam a pensar que ela é uma espiã ou uma bruxa, porque ela é enfermeira e consegue curar um dos homens que está ferido, o Jamie. A partir daí ela vai ter que se acostumar neste tempo, com esses homens, com essa cultura, mas no fundo sempre tem esperança de encontrar o caminho de volta para casa.

Conforme vamos lendo, vamos nos adentrando na história e no contexto. O livro é todo narrado em primeira pessoa pela Claire, assim vamos vendo seus pensamentos e anseios, sofremos junto com ela,  e torcemos por ela.

Jamie e Claire tem uma ligação de imediato, é uma atração forte, e vamos percebendo isso a cada conversa dos dois, a cada encontro, troca de olhares. Achei interessante, e até gostoso, porque aqui os dois demoram a ter algum contato físico, digamos mais íntimo. Pra vocês terem uma noção, lemos mais de 200 páginas, e nem um beijo rolou, e eu adoro quando o romance é assim.


Minha única ressalva é que eu achei a história muito cheia e explicações, ou na verdade detalhes. As cenas são cheias de detalhes, e isso tornou minha leitura um pouco cansativa, não sei se é porque sou ansiosa e prefiro logo saber o que vai acontecer...Minha leitura de fato foi bem arrastada, tanto que mesmo levando em consideração que o livro tem quase 800 páginas, eu demorei dois meses para concluir a leitura (e claro li outros livros no meio deste). 

Também saliento aqui que o livro é muito mais histórico do que um "Romance Histórico", eu achei que ele se detém mais na parte da guerra, cultura e costumes da Escócia, por exemplo, do que no romance dos dois protagonistas. Eu achei que o romance foi um complemento.

Depois de quase um mês lendo, eu resolvi assistir a série de tv, e achei a adaptação super fiel ao livro, para mim foi como um bônus,  bom demais poder ver os personagens e a própria história encenada e claro ver o Jamie Lindooo. Vale a pena assistir. #ficadica



Já estou começando a ler o segundo livro da série, que é o "A libélula no âmbar", de mil páginas e lembrando que ao todo são oito livros. :O

    1.  A Viajante do Tempo
    2.  A Libélula no Âmbar 
    3.  Voyager 
    4.  Drums of Autumn 
    5.  The Fiery Cross 
    6.  A Breath of Snow And Ashes 
    7.  An Echo in the Bone 
    8.  Written in my Own Heart's Blood
    










terça-feira, 14 de abril de 2015

TAG: Hambúrguer Literário*


Oi meus amores, tudo ok com vocês?

Faz um tempinho já que não respondo as Tags aqui no blog, vi este no blog da Aline (Livros y Viagens) e me deu vontade de responder aqui no blog, bora conferir!!




Hambúrguer sem gosto - Um livro que não fez diferença na sua vida

Resultado de imagem para livro o bicho da seda

Comecei o ano com esta leitura, e demorei um mês para conseguir terminar de ler. A leitura não foi bem o que eu esperava, e fiquei bem chateada com isso, porque eu adorei o primeiro livro "O chamdo do Cuco", e este segundo não funcionou comigo, foi uma leitura bem arrastada :(
Acebei terminando de ler ele só por terminar sabe? Para cumprir e não porque o livro era bom, uma pena.


Hambúrguer Matador - Um livro gigante que tenha derrubado forninhos

Minha experiência com este livro foi marcante, já o reli e penso em reler novamente. É o tipo de livro que a cada leitura tiramos mensagens novas e sempre nos emocionamos. Indico essa leitura de olhos fechados!

Hambúrguer Gourmet - Livro "endeusado" que não é tudo isso


Resultado de imagem para a culpa é das estrelas

Todos gostaram, mas eu só curti. Sei lá, talvez não era o momento de eu ter lido este livro. Eu havia perdido um familiar para o câncer, e sofri demais com a leitura deste livro, me emocionei mesmo e quando terminei a leitura acabei trocando o livro (não me matem, srrsrs).
Mesmo assim assisti ao filme no cinema e curti bastante, e já senti vontade de comprá-lo novamente e reler, quem sabe eu tenha uma outra visão do livro.

Hambúrguer Vegetariano - Livro Fora da sua zona de conforto


Ler Perdido em Marte foi meu início na ficção cientifica. Eu realmente tive que sair da minha "zona de conforto" para esta leitura, e ameii este livro. Há quem não goste, porque encontramos muitos vocabulários científicos e tal, mas para mim foi ótimo. Depois deste livro, comecei a procurar mais livros do gênero.

Espero que vocês tenham curtido, já leram algum desses livros?


quinta-feira, 9 de abril de 2015

Resenha: Tensão


Oi meus amores, tudo bem?!

Hoje venho com mais uma resenha em parceria com a Editora Arqueiro, história de tirar o folego e muita Tensão!!


Tensão
Gail McHugh

Sinopse
Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos. Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.


Já começo falando que este livro me despertou diversos sentimentos, e um deles foi Tensão. Acho que foi isso que me fez gostar da história.

Aqui acompanhamos a história de Emily, faz pouco que perdeu a mãe, mudou-se para Nova York com seu namorado Dillon, mas não se sente preparada para morar com ele, por isso ela vai dividir um apartamento com sua amiga Olivia, que por destino não suporta o Dillon.

Diante dos fatos ela precisa trabalhar, consegue um emprego num restaurante, como garçonete e logo no seu primeiro dia ela precisa fazer uma entrega, por que seu colega pediu demissão e adivinhem quem ela conhece? O Gavin Blacke, todo lindo, charmoso, rico, tudo de bom.(eheheh).

Gavin Blacke de imediato sente uma atração pela Emily, e no mesmo instante já começa a flertar com ela, dar em cima mesmo, sabe? Ele não perde tempo e não está nem aí que ela é comprometida, mas o pior estar por vir.

Dillon convence Emily a ir num jantar (festa) de negócios, e quando ela chega lá da de cara com ele. Os dois ficam sem jeito diante de Dillon, uma porque já se conhecem e outra porque os dois sentem-se atraídos um pelo outro, e é aí que a Tensão começa!!

Gavin é nada menos que o chefe, simm, ele é o dono da empresa Blake Industries, ele já tem seus 28 anos, mas tem a fama de mulherengo, sai com tudo que é mulher desde o dia que separou-se da sua noiva. Ela partiu o coração dele (ohhhhhhhhh), tudo por causa de dinheiro, sim, a empresa passou por um momento difícil e ela deu no pé.

A partir daí, vocês já pudem perceber o triangulo amoroso como vai ser. Confesso que eu odieiii o Dillon, apesar de ele ter ajudado a Emily quando mais precisou ele é o tipo de homem que quer mandar na mulher,  quando bebe muda, é grosseiro, e ainda por cima traiii ela. #Odiei

Preciso dizer que também não simpatizei com a Emily, ela é o tipo de garota que tem medo das mudanças, de enfrentar o problema, ou melhor, assumir os sentimentos dela. Teve momentos que meu desejo era entrar no livro e dar uns tapas nela, fazer ela acordar pra vida. ehehehe.

Já o Gavin, foi só suspiros, ele é o homem perfeito, cavalheiro, que se importa com a mulher, mesmo com a fama de mulherengo, depois que se vê apaixonado, ele não fica com mais nenhuma mulher, ele não tem medo dos próprios sentimentos ou de assumi-los, e ele vai em luta pelo amor e ainda é muito família. (lindooo!)

Claro que o livro teve aquelas cenas "quentes", (aiiiii) momentos de muita Tensão, o amor proibido, clima, amor, os dois juntos era quase que perfeito, cada encontro, cada olhar, TUDO, fez quase meu coração parar. (uau) Era recíproco a atração entre os dois, e ao mesmo tempo tinha aquele sentimento de culpa Dillon seu amigo e namorado de Emily. 

Como vocês puderam perceber eu gostei muito do livro, a leitura foi rápida, eu li freneticamente para chegar no final e ver o que iria acontecer com os dois, se iriam ou não ficar juntos, se Emily iria deixar o seu namorado chato Dillon.... e adivinhem??? O livro termina sem um final de fato, porque continua no próximo livro. estou aqui roendo as unhas, doida para o lançamento de Pulsação (que será em junho), o segundo livro dessa duologia.




Espero que vocês tenham curtido, e super recomendo essa leitura!!